Da mesa do canto ao topo do balcão!

“Escute a mesa do lado!”,  “Sério mesmo que tenho que ficar aqui com este pessoal?”, “Posso ir até lá dar a minha opinião?”, “Não… não acredito que ela disse isso!” “Bia, pare de ficar escutando, ou pelo menos disfarçe!”

Quantas vezes você já se viu sentada em algum lugar mas estava doida para estar sentada na mesa ao lado? Quantas vezes esticou o ouvido na galera do lounge para entender melhor o que estavam falando? Quantas vezes você e suas amigas se viram rindo alto e trocando as melhores histórias da vida e a garçonete ria timidamente de canto de boca se identificando com as histórias… posso dizer que conosco já aconteceu inúmeras vezes, tanto o estar curtindo horrores o papo e o querer ser abduzida por um E.T. de perto da turma papo chato.

E por achar que opinião e boas histórias têm que ser compartilhadas, resolvemos deixar a mesa do canto estilo Sex and the City, a qual mantivemos por anos, subir no balcão do bar e espalhar ao mundo tudo o que passa em nossas cabeças interessantíssimas diga-se de passagem, pelo menos a gente acha,  pois auto estima e modéstia ainda estamos aprendendo a dosar… e quem não quiser escutar pague a conta e mude de bar!

P.S. garanto que vale acompanhar, a mulherada aqui não tem meias palavras!

Ah e fica o convite, se nos encontrarmos por ai, puxe a cadeira e pode sentar!

“Garçom mais uma rodada!”

De Cintia Almeida

Para o início de algo que já existe, mas que ainda não foi publicado

 

Vem...leia também

5 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *