Sorria para a foto

image1

Selfies ultimamente me incomodam…

Nos últimos meses elas mudaram muito… elas têm bolsas embaixo dos olhos, tem pés de galinha e bigode chinês

Esta não sou eu… quem diabos este telefone está fotografando? Não conheço essa pessoa.

O olhar me é familiar e a roupa parece com a que escolhi.

Aprender a me ver diferente do que sempre fui está sendo um grande exercício, e olha que exercício da prova de física era mais fácil.

Envelhecer traz muitas coisas boas… a gente amadurece, a gente aprende a lidar melhor com as perdas e ganhos, tantas outras coisas boas…que não aparecem na selfie

Nunca me senti confortável com alguns tipos de mudanças… o simples fato de pintar o cabelo é aterrorizante… mudo o corte mas não mudo a cor… o cabelo cresce mas a cor é minha, ela me pertence, a cor sou eu.

Amadurecer também é aceitar mudanças…é se ver diferente.. se entender diferente… se reconhecer na selfie.

Técnicas de queixo para frente, carinha de lado, não mostre os dentes… ótimas, mas não se aplicam a mim que gosto de escancarar um sorriso e se puder fazer careta então… super eu!

Processo de amadurecimento de auto imagem… loading… 12 dos 100 arquivos carregados…

Mas afinal, quem é esta na minha selfie?

Por Cintia Almeida

Vem...leia também

3 comments

  1. Faz parte da gente as mudanças, não é mesmo!! Elas chegam cruéis e adoráveis a cada ano!! Adorei a do cabelo…confesso que fui mais desprendida e achei a minha cor! Minha alma é loira rsrsrs!

  2. Eu também fico aterrorizada com a ideia do cabelo!!! Quero a minha cor… Acho que não combino como loira, nem deixando meu cabelo duro de tinta…. Hehehe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *