Existem outros e “outros”, né?

Estive pensando no tanto de gente que deixa de fazer as coisas porque se preocupa com a opinião dos outros.

Assisti uma cena na TV, onde a personagem teve um surto por agir exatamente assim…

Depois de uma vida toda certinha, baseada nas expectativas de todo mundo, ela comete um “deslize” (na visão dos outros, imperdoável), que fez com que a sua imagem que foi toda construída sobre estas expectativas, desmoronasse.

A vida dela mudou depois disso…porque pela primeira vez, ela teve que assumir o que fez porque realmente queria enfrentar as consequências disso.

Comentei esse fato, porque acho que coragem tem tudo a ver ver com essa postura.

Porque é preciso coragem para arcar com as consequências das nossas escolhas e no fundo, no fundo, é esse medo que nos “trava”, o medo das consequências e quem será atingido por elas!

Para mudar isso, temos que ser um pouco egoístas, meio irracionais…e essa é a parte mais difícil para a maioria.

Nessa história toda existem uma série de referências e crenças de cada um…mas esquecemos de levar em consideração um fato muito importante: nós mesmos!

Deixar de atender o que queremos, deixar de fazer o que gostamos, deixar de dizer o que pensamos…pode até agradar a todo mundo, mas pra gente, o que pode trazer é no mínimo uma bela gastrite!

Minha sugestão é usar a melhor ferramenta do mundo…o bom senso! Encontrar o equilíbrio entre estar bem com a gente mesmo e com o resto do mundo, que fique claro, aquele resto do mundo que importa!

Porque todo mundo nessa vida, se importa com a opinião dos outros que importam, entenderam?

Porque o fundamental é estar bem, independente do que os outros (que não importam) pensem!

Por Vanessa, que acha que mente quem diz que não se importa com o que os outros pensam…os “outros” que importam!

Vem...leia também

8 comments

  1. E como opinião de quem importa é o que importa vou poder comemorar meu niver do jeito que eu quero! Obrigada pelo texto, pelo incentivo e pela parceria!

  2. Muito bom texto. Acho tambem que tem haver com maturidade, num determinado momento da vida se importar com o que pensam de nós é algo importante .
    Mas no meu caso hoje; to nem aí . O que importa mesmo é ser feliz com os outros se importando ou nao comigo,
    E me sinto muito melhor pensando assim.

    1. Cris, adorei seu comentário e é bem por aí…tem muita gente que não merece que a gente se importe e esses, tambem nao to nem aí…e vamos viver tudo o que há pra viver!!!! beijo

  3. Acho que ouvir a opinião dos outros à teu respeito é importante, já ouvi coisas que me fizeram refletir , mas jamais deixar de fazer qualquer coisa com medo do que os outros vão pensar , hoje em dia toco um F…. -se . Kkk

  4. Adorei o texto! Bem isso. Concordo, sempre concordei. Mas mudar padroes e incorporar pensamentos que achamos importantes para o próprio crescimento, aff….parte dificil esta! Trabalho diario!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *