Rio de Janeiro #coracaoparalimpico

Umas das minhas mais incríveis experiências associadas à superação e inclusão, aconteceu nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro 2016.

IMG-20160912-WA0015-1-1

Rio de Janeiro deu um show de organização e inclusão. Seja pela organização dos jogos e pelo grande poder de superação de transformar uma cidade maravilha em um cidade com todas as condições técnicas para sediar um dos maiores espetáculos de inclusão do mundo . Creio que todos se sentiram confiantes em visitar o Rio nesses dias!

Seja pela energia intensa da cidade, seja pelas suas belezas naturais, seja até mesmos pelos seus contratastes sociais, tudo na cidade era intenso… nem mesmo os dias nublados conseguiram diminuir esse espetáculo. Aqui compartilho com vocês o que me encantou nesses dias que passei no Rio.

Vila Olímpica, é um espetáculo da arquitetura moderna, contemporânea de deixar todos extasiados, que também surpreendeu pelo sucesso de público.

20160909_112728 20160909_112843  20160909_113126  20160909_112650 20160909_113504

Museu do Amanhã, o museu dos questionamentos: Que amanhã queremos construir? Que amanhã podemos imaginar? Sai de lá impressionada!

IMG-20160910-WA0020 museu do amanha

Boulevard Olímpico, o ponto de encontro de muitos visitantes e de toda essa energia.

O bairro da Urca, onde me hospedei, com um por do Sol magnifico, com as pessoas sentados nas muretas esperando o espetáculo e apreciando o melhor Bolinho de Bacalhau que provei na vida acompanhado de uma cerveja gelada! Adorei o programa…bem carioca!

images 4 Urca

 As competições e competidores deram uma verdadeira prova que a inclusão é mais que possível sim. Foi de alegrar e encher de orgulho qualquer coração, independente das nacionalidades. Vamos começar imaginando que eles tinham limitações # SQN.

20160909_185541
Estádio do Engenhão, onde são realizadas as provas de Atletismo.

Ali ficou provado, ao menos para mim, que a limitação deles está mais em nossas cabeças do que nas condições físicas ou emocionais dos atletas. Eles não têm limitações, eles mostraram o que é realmente inclusão por meio do esporte. Deram um banho em nós, tidos como normais e cheios de limitações. O que apreendi: a limitação está em nossas mentes.

O jogo de basquete em cadeira de rodas é desafiador…manobrar a cadeira, quicar a bola, arremessar a bola para o colega, arremessar a bola  na cesta, fazer cesta de três pontos, bloquear o adversário…quantas dificuldades pode-se pensar. Limitação não existe para eles, porque eles não tem limitações em suas mente e corações. Para eles era um jogo e deveria ser jogado da melhor maneira.

IMG-20160909-WA0014
Jogo de Basquete: Austrália x Turquia.

Sai do jogo pensando: limitada sou eu, somos nós…

Para completar meu choque de realidade, pode se dizer de limitação…as competições de Atletismo seguem a linha de banho de superação.

O medalhista de ouro no salto em altura, Mariyappan Thangaveluum um indiano de origem humilde, baixo para os padrões dos atletas competidores, saltou 1,98 de altura com uma perna atrofiada…me deixou emocionada. Era possível ver a garra do menino, tipo“faca nos dentes e sangue nos olhos” ele iria levar a medalha de ouro…estava escrito, estava no rosto dele, estava na vontade dele, estava na mente dele…e ele levou a medalha de ouro. Foi sensacional, porque sua limitação física, não limitou sua mente, e com a medalha de ouro ele ira mudar sua vida!

Só essas duas modalidades já foram, para mim, suficientes para confirmar: limitada sou eu, somos nós!

20160909_171100

Embora vestida de verde e amarelo, eu não torcia só pelo nosso país, pelos nossos atletas…eu torcia por todos os atletas…eu torcia pela grandeza da inclusão que foi esses Jogos Paralímpicos!

Por Maricilia, emocionada para sempre com esse belo espetáculo de inclusão e cidadania!

 

 

 

Vem...leia também

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *