Déficit de Atenção e Hiperatividade, sabemos lidar com eles?

Déficit de atenção… Hiperatividade… Até onde se conhece sobre e como pode ser tratada? Será que os pais e instituições de ensino sabem lidar com elas, sem que os únicos aliados sejam os alopáticos que hoje fazem parte do cotidiano de muitas crianças?
Hoje temos conosco um texto da psicoterapeuta Rejane Cássio A. Chibior, que fala sobre este assunto. Um texto para pensar e refletir! Vemqueagenteexplica!

logo 2

DÉFICIT DE ATENÇÃO: A DÚVIDA QUE AINDA PERMANECE

As vendas do medicamento indicado para o tratamento de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDA/H) saltaram em uma porcentagem absurdamente descontrolável. O aumento provocou suspeita de que: Será que realmente estão usando esta medicação corretamente?
Realmente o TDA/H tem um diagnóstico diferenciado, pois não existe um exame laboratorial onde possa comprová-lo, para isso temos que ter muito cuidado e experiência.
Para descobrirmos se uma criança possui o Transtorno, observamos se ocorrem os sintomas em diferentes ambientes como a escola e a família, há pelo menos seis meses.
Além disso, o especialista deve por meio de entrevistas, analisar se o perfil da criança se encaixa em uma lista de critérios de DESATENÇÃO, HIPERATIVIDADE E IMPULSIVIDADE.
Por isso, Pais e Professores enfrentam um dilema nos dias de hoje quando a falta de atenção é um problema de saúde e quando é um problema com os métodos do professor.
Especialistas embatem sobre o aumento dos remédios, como a Ritalina, no combate de deficiências escolares e o diagnostico preciso de TDA/H.
A escola não consegue lidar com as diferenças entre as crianças e usa métodos pedagógicos que não atingem todos os alunos. Se a criança não se interessa pela matéria, é muito provável que comece a apresentar Hiperatividade, falta de atenção e situações de conflito, assim não temos que mexer na criança e sim em uma nova didática a ser inserida para esse conteúdo.
Um diagnóstico diferencial de excelência é Pré-requisito para um tratamento com resultados eficazes para o Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDA/H).

fotoRejane Cássio A. Chubior, é psicopedagoga em Curitiba, atua na área clínica desde 2004. Atende crianças, adolescentes e adultos. Membro da Associação Brasileira de Psicopedagogia. Atendimento a crianças com distúrbios de Aprendizagem, Dislexia, TDA, TDA/H -( Déficit de Atenção com Hiperatividade ou sem Hiperatividade. ). Trabalha com dificuldades de Aprendizagem realizando Avaliação Psicopedagógica, Processo Corretor, Reforço Escolar e Orientação a pais. Possui Formação em Pedagogia, pela – PUC-PR (1999- 2002) com habilitação em Educação Infantil, Séries Iniciais e Orientação Educacional. Pós graduada em Psicopedagogia, pela – PUC-PR (2003-2004) com habilitações em Psicopedagogia Clínica e Institucional.

CONTATO:

Rejane Cássio A. Chibior
Clinica Contato de Saude
R: Fernando Simas, 221 Bigorrilho F: 9622-9338

http://www.psicopedagogarejane.com.br/

Vem...leia também

1 comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *