Encare a diabetes com outros olhos!

Uma das maiores virtudes do ser humano, sem dúvida, é a solidariedade!

E pensando nisso, a equipe do CPO, tendo como coordenador o Dr Cristiano Toesca Espinhosa – Médico oftalmologista, especialista em retina e vítreo, desenvolveu uma campanha voltada à prevenção da diabete, esclarecendo para a população as consequências desta doença para os olhos.

O carro chefe do evento será a orientação médica gratuita à população, após a realização de exames de glicemia, pressão arterial sistêmica, orientação nutricional, orientações de atividades físicas e exame de fundo de olho realizados por oftalmologistas especializados.

IMG_4646

A campanha será realizada no dia 11 de novembro deste ano, na Praça Nossa Senhora da Salete (Centro Cívico) das 09:00 às 16h:00 e contará com a presença parceira da Associação Paranaense do Diabético Juvenil (APAD).

mapa

Esta campanha será uma ação de oportunidade, já que no dia 14 de novembro é comemorado o Dia Mundial da Diabetes Melitus.

diabetes

Portadores de diabetes devem agendar consultas regulares ao seu oftalmologista para evitar problemas oculares. Níveis elevados de açúcar no sangue aumentam o risco de doenças graves da visão, entre elas catarata, glaucoma e, principalmente, retinopatia diabética.

A retinopatia diabética é a principal causa de cegueira irreversível em nações industrializadas.

A duração do diabetes é o único risco mais importante para o desenvolvimento de retinopatia. Então, quanto mais tempo você tem diabetes, maior o risco de este problema ocular se tornar muito grave. Caso não seja diagnosticada precocemente ou não tratada, a doença pode levar à cegueira.

O diabetes é a principal causa de cegueira em adultos com idade que variam dos 30 aos 75 anos. A recomendação é que pessoas com diabetes tipo 1 (embora ocorra em qualquer idade é mais comum em crianças e adolescentes) devem passar por exames de fundo de olho com o oftalmologista entre três e cinco anos após o diagnóstico da doença.

Portadores de diabetes tipo 2 (ocorre geralmente em pessoas obesas, em média próximo dos 40 anos de idade, em virtude de maus hábitos alimentares, sedentarismo e estresse) devem ter um exame de fundo de olho logo após o diagnóstico.

Ao considerar a gravidez, as mulheres com história de diabetes devem passar por exames oftalmológicos antes e durante a gestação.

Para evitar problemas oculares em virtude do diabetes, a pessoa precisa controlar o nível de açúcar no sangue e manter a pressão arterial em níveis normais.

Se você tem diabetes ou não sabe, essa é uma excelente oportunidade de se consultar sobre quaisquer desses sintomas oculares: pontos pretos na visão, flashes de luz, “buracos” na visão e visão turva.

Para maiores informações:
CPO – Centro Paranaense de Oftalmologia
Rua Professor Benedito Nicolau dos Santos, 521 – Centro Cívico
Curitiba/PR 80530-150
41 3252-5656

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *