Cinema, uma paixão.

Eu já contei para vocês minha paixão por livros e como ele me influenciaram! Agora vou contar para vocês 5 dos meus filmes favoritos e o que aprendi com eles.

Definitivamente a sétima arte é para mim um bálsamo. Meus amigos e as pessoas que convivem,comigo, bem de pertinho ou de longe, sabem que sempre tenho um filme que se adapta a uma situação que vivenciamos em nossas vidas…não é a toa que a vida imita a arte!

Ao cinema, vou de qualquer maneira…se não tenho companhia, vou sozinha! Para mim é um programão! Quando acaba fico querendo mais, feito aquela sobremesa com gostinho de quero mais. Chego em casa, pego meu livro de filme,  e anoto minhas impressões, como eles me “tocaram”!

Tem uma frase do Ingmar Bergman que para mim traduz o porquê da minha paixão por cinema “ Cinema é como um sonho, uma música. Nenhuma arte perpassa nossa consciência da forma como um filme faz; vai diretamente até nossos sentimentos, atingindo a profundidade dos quartos escuros da nossa alma”

Amo cinema de maneira em geral da aventura a ficção do romance, da comédia ao drama, do documentário ao cinema independente, da animação ao suspense… minha dose máxima de adrenalina…só não assisto em hipótese alguma terror. Esse medo me permiti não sentir rsrsrs!!

Os filmes que escolhi para compartilhar com vocês  estiveram presentes em algumas importantes fases  da minha vida.

O Cheiro do  papaia é verde

o cheiro do papaia é verdeEra inicio dos anos 90, eu era estudante universitária, recém-casada e cheia de sonhos e ideias (peraí ,estamos chegando a 2020 é continuo cheia de sonhos, ideias e ideais) tudo era possível, tinha um mundo a minha frente, cheio de possibilidades e coisas novas…e o cinema chinês começava a aparecer.

Eu que já gostava, não perdia nada, nem o que era novo ou estranho.
O filme conta a Historia de Mil, uma empregada doméstica…que casou-se com um pianista e  lembra muito pouco dos tempos difíceis da juventude, mas tem uma coisa que a faz sempre relembrar do passado: o cheiro do mamão papaia verde, o cheiro da casa dela.

Eu não morava mais na casa da minha mãe, mas tem uns cheiros que nunca esqueci!

 

Revolução em Dageham

Revolução de DagehamEste filme, tem muito humor, bom senso e coragem! Não percam! Marcou uma fase recente e importante para mim. Foi quando comecei discutir questões de gênero e a importância do empoderamento feminino e a busca de igualdade de direitos. Um dia ainda vou escrever sobre esse tema que considero de extrema importância.

O ano é 1968 e se passa na cidade de Dageham na grande Londres e relata a maior greve que a montadora Ford já enfrentou. Tem como pano de fundo a luta das mulheres pela igualdade salarial e melhorias nas condições de trabalho.

Infelizmente já se passaram quase cinquenta anos e, guardadas devidas proporções, essa luta ainda continua!

 

Divertidamente

DivertidamenteEste filme me marcou muito, me ajudou no meu autoconhecimento (aliais essa é uma fase que estamos sempre recomeçando) Já falei desse filme aqui, no post A nossa felicidade de cada dia. Foi para mim, a melhor animação infantil que assisti!  Conta historia de Riley que tem um convivo conflitante entre os sentimento de  Alegria,  Medo,  Raiva,  Nojinho e a Tristeza.

Atire a primeira pedra quem nunca já teve um embate psicológico para administrar todos esses sentimento entre outro e sair fortalecido dessa batalha…de forma infantil mas com nuances profundas da vida adulto o filme mostrou pra mim como lidar com essas contradições

 

As Pontes de Madison

Também já falei As pontes de Madsondele, mas antes de ser filme, ele foi um livro. E de tanto gostar do filme, li o livro também. Fale de amor pela família, de um grande amor e de escolhas. Este filme marcou uma fase da minha vida, ele me ajudou a fazer algumas escolhas importantes que estão presente comigo até hoje! Além é claro de ter um cenário maravilhoso e com atores de peso como a Meryl Streep e Clint Eastwood capazes de fazer você sentir na pele toda a emoção do filme;

 

 

Elsa e Fred

Elza e FredFoi recente, este ano mesmo, perto do meu aniversário…escolhi o filme enquanto navegava no NETFLIX. Foi uma grande escolha, do filme e para a vida!

O que esse filme mostrou pra mim? O que quero ser quando envelhecer!

Igualzinha a Elsa, que apesar de tudo não perdeu sua capacidade de sonhar e viver a vida intensamente. Elsa é uma romântica, que sonha encontrar um grande amor para recriar a famosa cena da Fontana di Trevi de “A Doce Vida”, clássico filme de Federico Fellini. Vale dizer que Shirley MacLean neste filme está memorável!

Que delicia foi relembrar e compartilhar com vocês esse túnel  do tempo…minha lista é bem grande. Fica  aqui a oportunidade de em outro momento compartilhar um pouco mais dessa minha paixão.

Espero que tenham gostado

Um beijo!

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *