SEXY

Calma, muita calma nesta hora… Não vou escrever ou descrever aqui uma cena erótica! Mas vou falar sobre ser sexy! E sem tabu ou preconceito.

A meu ver todos temos o nosso lado cheio de “borogodó”. Uns deixam mais explícitos, outros menos. E que fique aqui um pacto entre nós: não quero afirmar e nem ao menos insinuar que todos precisam ou temos a vontade de sermos sexy. Mas sim, vejo que pessoas buscam ser em algum momento de sua vida (ou sempre) e algumas não se acham. Talvez, o que falte, é saber se valorizar e ratificar seus pontos fortes. De boa? O “chip” está lá instaladinho. É só ativar este modus operandi e o principal, querer ativá-lo.

Antes de escrever sobre este tema resolvi fazer uma enquete com alguns amig@s sobre o assunto e me surpreendi com algumas respostas, que foram muito positivas.

Em ambas as perguntas, as respostas passaram muito longe do que pode parecer óbvio. Peso, idade, roupas provocantes demais, ser muito experiente entre quatro paredes, músculos, fazer caras e bocas, coxas, peitos e quadris… Nada disso apareceu nas respostas. Então, pensando muito nisso, podemos quase que concluir que ter sex appel não é sinônimo de um belo corpo e sim da atitude!

Fiz duas perguntas:

1) O que te faz sentir-se sexy?

2) O que você acha sexy ou interessante no outr@?

Na primeira questão, tudo junto e misturado e sem classificar gênero tive a seguinte lista:

  • Perceber que esta sendo admirad@;
  • Um elogio;
  • Mudança no visual;
  • Forma de andar;
  • Segurança;
  • Atitude;
  • Ter autoestima;
  • Batom vermelho;
  • Lingerie;
  • Salto alto;
  • Olhar;
  • Fendas e decotes.
  • Um bom perfume

Na segunda pergunta tive respostas surpreendentemente legais de ouvir, e isto vindo de homens e mulheres:

 

  • Forma de tratar as pessoas;
  • A forma de vestir, não vulgarizar, fazendo o jogo do mostra-esconde;
  • Comportamento, sabendo se insinuar;
  • Bom humor;
  • Olhar;
  • Inteligência;
  • Determinação;
  • Maneira de falar e se expressar;
  • Sinceridade;
  • Saber provocar sem “atacar”;
  • Companheirismo;
  • Costas bem definidas;
  • Perfume;
  • Sorriso “maroto” e discreto;
  • Cabelos bem cuidados;
  • Salto alto;
  • Sensualidade;
  • Que desfile e não ande;
  • Que saiba ser elegante;
  • Segurança;

O interessante foi observar que você não precisa estar na capa da Sexy ou desfilando músculos para chamar a atenção de alguém. Como disse no início do texto, reconheça, em você, seus pontos fortes e valorize não somente seu físico, mas a sua forma de agir.

Mostre confiança em si mesmo, se admire, se apaixone. Seja diferente no meio da multidão.

Por Pathy Bertão

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *