Análise Cromática

Você já se deparou com cores que simplesmente você não gosta e também não sabe bem o porquê!
Ok, está na moda, está na cartela das cores da *Pantone, mas você simplesmente, não consegue usar…
Mas a sabedoria popular  sempre diz: tu és clarinha (clarinha é bondade sou branca rosada) essa ou aquela cor fica ótimo com seu tom de pele! Ledo engano…
Sempre tive minhas dúvidas. Mas como não tinha conhecimento me deixava levar pela emoção da beleza midiática daquele bendito provador, com aquela luz maldita e pela vendedora simpática  Pressionada, comprava!
Comprava e não usava… ou se usava, sempre desconfiava que alguma coisa estava errada! Muitas vezes inclusive, botei a culpa no modelo, no tecido.
Até que, chegava a campanha do agasalho (aqui em Curitiba tem todo ano), ou aquele bazar beneficente… me livrava, reciclava, fazia circular energia… sem peso na consciência e com a sensação de fazer o bem…afinal, em alguém essa cor deve ficar bem!
Por outro lado tem cores que te iluminam, te elevam, deixam teu sorriso radiante, todos te elogiam, fica feliz!
Descobri que nem toda as cores, são para todos. Cada um tem sua cor, suas cores. E acreditem, faz diferença em nossas vidas. Na minha fez!
Por exemplo…laranja é uma cor linda, do verão, da criatividade, da energia boa, da luz! Eu tinha roupas laranja…E nunca usava… Vestia e tirava na hora! Me diziam: ” é cisma sua”! Mas me incomodava…
Esse papo pode estar parecendo meio superficial né, mas não é! Trata-se de se sentir bem! Trata de você estar iluminada por uma cor! Trata se de teu sorriso se iluminar! Trata das pessoas te verem de forma diferente, por meio das cores que te favorecem! Porque a cor, acredite, tem o poder de refletir o que há melhor de você, que está dentro de você, a alma!
Não é porque você é uma pessoas alegre que sua alegria só vai se refletir em cores alegres. Ou porque anda meio tristona e só usa cinza ou preto e que isso vai te afundar cada vez mais.
Não…ela vai se refletir nas cores certas! O que você é, não necessariamente é refletido pelas cores da moda, mas sim, pelas cores que te favorecem (que agora eu chamo de minhas) pela tua cor.
E nessa minha curiosidade e inquietude que me é peculiar, não é que encontrei a ciência da cor! Encontrei a **análise cromática (obrigada Karla Giacomet).
Bingo, minha intuição estava certa. As cores que eu cismava eram exatamente as cores que não faziam parte da minha cartela de cores! Ah, e laranja definitivamente está fora! Ufa!
As cores que eu amo, estão todas aqui. Com exceção do preto!

analise cromática

Quer dizer que nunca mais usarei preto? Que vou abandonar todas das cores que não estão em minha cartela? Definitivamente não! Aprendi usar preto sem me entristecer, sem me deixar com olhos de panda! A gente aprende a neutralizar essas cores (mais uma vez obrigada Karla Giacomet), usando a maquiagem, a cor do cabelo, dos acessórios. E para não ter erro, vou às compras com sua cartela de cores…isso mesmo…parecido com aquela que tem nas lojas de tintas. Não tem erro e nem gastos desnecessários, e o melhor: a partir do momento que comecei a seguir minha cartela, todas minhas roupas combinam entre si, ou seja, efeito multiplicador do guarda roupa!
Moda não é necessariamente seguir tendências. É você ter seu próprio estilo, suas próprias cores!!
Hoje conheço um pouco mais sobre as cores e o impacto que elas provocam na nossa imagem.
Ah, e para quem já está familiarizada com o tema, e que essa altura já está curiosa: minha cartela é a verão suave!

E as suas cores, você sabe quais são?

Por Maricilia Volpato

Karla Giacomet é Consultora de Imagem
F: 041 8877 3621
www.karlagiacomet.com.br
Facebook: Karla Giacomet

*Pantone é uma multinacional americada que ficou famosa pela criação um sistema de cores. Anualmente, lança as tendências de cores para a estação, que ficou conhecida como “Pantone do ano X”.
** Análise cromática é o nome do estudo realizado por uma consultora de imagem especializada, que considera que cada pessoa fica bem com determinadas cores. Analisando o valor (clara ou escura), temperatura (quente, amarelada ou fria, azulada) e intensidade (opaca ou viva) compatíveis com as suas cores naturais e subtom de pele.

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *