Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
Oportunistas... Você sabe identificá-los e se livrar deles? - Vem que a gente explica!

Oportunistas… Você sabe identificá-los e se livrar deles?

Lembro como se fosse hoje, de um livro que li na minha entrada a adolescência, não da estória em si, mas tudo que ela carregava – articulações, vingança, sexo, etc etc.  Talvez algo me instigou na época.  Quero ler o livro novamente para ver se tenho outro olhar. O que importa neste contexto é que ele me marcou. 1f01b2e6a62043b24d1cf9bddd463d9166b1828eNão esqueço que “li” e de sua capa. O título era O Oportunista, do autor pouco conhecido das bandas de cá, Piers Paul Read.

Resumo:

O filho de um pároco inglês que vive à sombra da rica e tradicional família Metherall, primeiro fazendo de tudo para ser como eles, depois odiando-os a todo custo e dedicando-se a destruí-los. Hilary Fletcher terá que escolher entre continuar sendo humilhado ou se tornar senhor de seu destino.

Por definição, o oportunista é: “… quem se aproveita de outras pessoas buscando obter vantagens pessoais em certas situações”. Complementando: “… geralmente tirando proveito de modo menos ético ”. Analisando esta descrição, vejo o oportunista como sorrateiro, sempre na espreita. Consegue tirar vantagens encima, muitas vezes, de acontecimentos que possam trazer dor ou situação desconfortável a alguém. Fazendo um paralelo com a medicina, existem os microorganismos chamados de oportunistas e sabem quando atacam? Infectam ou são perigosos quando a resistência do hospedeiro se encontra diminuída (https://www.infopedia.st).

Cuidado-com-o-oportunistaNem sempre a palavra é negativa, mas para mim em nenhuma circunstância a vi de outra forma.         Sem a menor dúvida e para não dizer quase que em 100%, dos casos o oportunista vem camuflado e cheio de demonstrações de boas intenções. Porém, na crua realidade esconde a realidade. Antes de saber como livrar-se de um oportunista (na minha ótica, é claro), primeiro você precisa identificá-lo no meio da multidão.

 

Lá vai:

  1. Olham apenas para seu umbigo;
  2. Empatia passa longe deles e talvez nem saibam o seu significado;
  3. São manipuladores;
  4. Trabalham encima da ideia de outros como sendo suas;
  5. Não pensam duas vezes para tirar alguém de seu caminho, mesmo que as consequências para com o outro sejam ruins;
  6. Tem muitas “máscaras”, atuando em vários papéis;
  7. Sua frase de vida: “os fins justificam os meios”;
  8. Palavras como escrúpulo e ética não fazem parte de seu dicionário;
  9. Suga energia a sua volta;
  10. Não sabe ouvir e lidar com “nãos”;
  11. Prepotente e com demasia na autoconfiança;
  12. Sabe “plantar” discórdia.

Acredito que estas sejam as características principais e sua combinação difere de pessoa a pessoa. Acredito que todos, em algum momento, já cruzamos com alguém assim, as vezes, sem nem imaginar. Normalmente só identificamos depois de algum estrago profissional, emocional ou familiar.

Um exemplo que pode ilustrá-lo com maestria é a fábula O Escorpião e o Sapo.

Mas vejo que podemos e temos como afastá-los de nós:

  1. Ter bom coração e índole;
  2. Ser construtivo;
  3. Ser autoconfiante e terno! Tudo junto e misturado;
  4. Ser firme e verdadeiro;
  5. Confie em seu sexto sentido;
  6. Sorria sempre;
  7. Bom humor
  8. Perspicácia…
  9. Coragem!

 

Difícil? Muitas vezes sim. Mas você vai tirar de letra. Quer um conselho? Deixe seu coração falar. Ele com certeza sabe te dar o sinal de alerta! E você pode se afastar e se não for possível, escolher uma forma de convivência e se proteção!

Por Pathy Bertão que já encontrou alguns em seu caminho…

Vem...leia também

3 comments

  1. Atualmente vivo com uma mulher oportunista que fui obrigado a trazer para casa por conta de uma gravidez indesejada por mim. Sem querer me fazer de vítima da situação, após a descoberta da gravidez sofri diversos tipos de violência até decidir tirar essa mulher de seu entorno miserável e ajudá-la a comprar um apto na planta, afinal de contas meu filho tem que ter uma casa decente. Ocorre que a trouxe para minha casa para ajudar durante a gravidez, e suas demandas só aumentam… Preciso suportar sua presença até maio de 2021. O que posso fazer durante esse período, ressaltando que nunca tivemos mais nenhum contato afetivo, embora ela insista nesse sentido… Obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *