Será que vou ser uma boa avó?

Minha avó é uma das melhores lembranças que tenho nessa vida!

Aquelas especiais, que sempre estava sorrindo, não se abalava por nada, nunca tinha preguiça, cozinhava como ninguém, cuidava da casa, do meu avô, de tudo e nuuuuuunca reclamava…

Era “nervosinha” e tinha uns ataques com o meu tio mais novo, nada sério, aliás tudo muito engraçado!

Ela era fofa, vivia de vestido, não sentia frio…ouvia rádio AM onde estava e tinha uma frasqueira de remédios que curava absolutamente tuuuuudo!

Amava a Hebe Camargo e o Silvio Santos…

Me ensinou a tricotar (imagina a paciência) quando eu tinha sete anos…

Era a pessoa mais iluminada do mundo!

E nessa semana, recebi meu sobrinho em casa…o Arthur! Um menino lindo, de 4 anos, conversador, inteligente, engraçado e amoroso…

Fazia muito tempo que eu não ficava tanto tempo com uma criança…Isso me fez pensar se eu vou ser uma boa avó…

Não tenho muito a ver com a minha avó…mas acho que vou ser legal!

Tudo o que contei da minha avó, criou uma identidade dela pra mim, e todo mundo tem uma história de vó para contar, né?

Fiz uma listinha de requisitos para ser avó…

Ter paciência!
Ter disponibilidade!
Ter historias pra contar!
Ter coisas para ensinar!
Ser atualizada!
Ser engraçada!
Ser uma referência!
Ter fé!
Não ser ranzinza!
Ter sempre um agrado!
Estar sempre presente!

O test drive com o Arthur está sendo bem divertido para nós dois! Ele dorme no meu quarto, brincamos de carrinho, assistimos desenhos, visitamos o Papai Noel, fomos ao mercado, passeamos de carro, fizemos bagunça no banho de banheira e em nenhum momento vi ele triste ou querendo voltar pra casa!

Acho que ser avó é isso, fazer parte da vida de uma “pessoinha” de um jeito que ela queria estar com você e você sempre seja uma lembrança boa pra ela!

Enquanto isso não acontece, sigo vendo as ultimas tendencias de ser avó hoje em dia, para que quando o meu dia chegar, eu esteja preparada!

Porque amor, eu tenho de sobra!

Por Vanessa, que acha que ser avó, deve ser sensacional! E você, o que lembra da sua avó? Estou aceitando dicas!

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *