Beijar…

Beijar…

Como explicar o inexplicável?

Um ato de entrega…

Forte ou não… Deixa marcas… E que marcas…

Os olhos se fecham… Os lábios se tocam e a viagem começa…

Nada importa a sua volta… Somente o toque, o sabor, o gosto de desejo, paixão e amor…

Sensual, envolvente… No cantinho dos lábios…

Intenso… Ah que intenso ele pode ser…

Delicado… Selvagem…

Podes flutuar… Derreter…

Corpos entrelaçados, molhados, ofegantes…

Demorados… Deliciosos… Mãos suadas… Coração acelerado…

O tempo congela…

Os desejos da carne ligados pelo toque desses lábios…

Voraz como a fome da urgência em demonstrar o que importa…

Sem palavras e somente gestos…

Ah… Esse beijo… Erótico na medida ou no exagero… Você decide, você escolhe… Você quer… Você precisa…

Carinho… Afeto… Sim… Este é o princípio… E porque não o fim…

A imaginação percorre caminhos desconhecidos… Prazer indescritível…

Se deixe levar… Sonhe…

Fúria… Carícia… Arrepio íntimo… Seu e dele… Dele com ela… Ela com ela… Ele e ele… Não importa…

Discreto… Obsceno…

Entre em cena… Que subam as cortinas…

 

Ah… Esse beijo…

Por Pathy Bertão … Sem palavras…

Vem...leia também

2 comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *