Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
Redes Sociais X Face to face! - Vem que a gente explica!

Redes Sociais X Face to face!

Bem, se você imaginou que vim falar de relacionamentos amorosos ou ainda relações de amizade, você está enganado, hoje a veia é corporativa.

Já é entendido, claro e notório que hoje as redes sociais também já fazem parte do dia-a-dia de quase que 100% das empresas. A grande maioria se preocupa com sua imagem diante de seus clientes e prospects. É sem dúvida, um grande meio de entrada de um novo cliente.

Por esse motivo está havendo um aumento na procura por empresas e pessoas especializadas em “cuidar” dessas redes sociais. Cuidar do que a empresa coloca no ar, linha de pensamento, o trabalho com os gatilhos mentais que fazem com que mais pessoas procurem e cheguem até as empresas.

Porém algo me chamou a atenção esses dias. Quando “capturado” esse prospect será bem tratado, ou melhor, terá o mesmo tratamento que teve na fase de sua captura? A linha de conduta deveria e deve ser a mesma. Ambos se complementam. Mas tive claro exemplo de que isso pode não ser uma certeza.

Não vou citar aqui a empresa para evitar exposição negativa, mas confesso que fiquei surpresa com o ocorrido. A “empresa” cuida com primazia da suas redes sociais. Realmente nesse item faz muito bem a lição de casa. Porém, tive a oportunidade de ver o tratamento da mesma empresa através de sua “empresaria” que tratou de maneira desqualificada e porque não grosseira o seu cliente. Não foi apenas em uma ocasião e nem com um único.

Chegamos ao ponto de minha “vã filosofia” sobre o tema. Sou de uma época que encantar o cliente significava o olho no olho, conhecimento técnico sobre o assunto e empatia. Relacionamento era imprescindível. Não havia rede social para fazer o “trabalho inicial” e de conquista do cliente, aquele primeiro “approuch (aboradagem)”. Era um momento único e não havia fórmulas mágicas.

Calma, o olho no olho, a visita pessoal não deixou de existir para a grande maioria dos segmentos. Mas para alguns outros as redes sociais são o meio por onde o cliente escolhe o seu fornecedor. Isso não isenta os profissionais de continuarem a cuidar do seu cliente e/ou prospect. Principalmente se a próxima fase houver o contato pessoa. Vale lembrar que  uma venda só termina quando o cliente faz o ciclo completo e volta a comprar da empresa.

Será que a nova onda não esta preocupada em demasia com a “casca” e acaba esquecendo-se do conteúdo e do que realmente vale a pena? Conquistar um cliente não é fácil, mantê-lo, mais difícil ainda.

Não estou dizendo que redes sociais são fúteis. Ao contrário, elas têm papel fundamental nessa era digital tão presente em nossas vidas. Mas deve haver um “casamento” de ambos.

Pense nisso. Oportunidades de interação com o cliente podem ficar cada vez mais raras com tanta concorrência. Recadinho do coração – conecte-se com as sinapses dele.

Portanto Senhorita REDES SOCIAIS E Senhor OLHO NO OLHO vos declaro “marido e mulher” e que sejam felizes para sempre!

Por Pathy Bertão… que ama, adora e sente um prazer enorme em relacionar-se com as pessoas!

 

 

 

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *