Que tal uma escapadinha?

Nada como uma santa escapada!  Um break para uma espairecida, um café sozinha, um vinho acompanhada, um bolo com risada! Deu tempo, partiu!

Esta pessoa que vos fala é fã de uma fugidinha, uma escapada e de compromisso sem grandes planos. Vivemos tão cheios de compromissos, agendas, casa, família e horários que quando escapamos, ufa!

Precisamos de um respiro e isso não nos torna irresponsáveis e nem ingratos. Digo isso pois já fui caxias (ui, termo velho heim!), não havia hipótese de nada me tirar de minhas obrigações para um momento de curtição. Isso não me fez mais rica, nem mais valorizada e muito menos mais feliz.

Assim, deixo aqui uns toques que fazem muito bem para a pele e para a alma:

Deu 5 minutos, leia o capitulo de um livro. De um em um, se vai longe.

Uma amiga chamou para um café assim do nada, corra para lá.

Final da tarde, surgiu um convite para um happy hour! Se não tiver ninguém morrendo, remaneje tudo e vá, nem que seja para um único drink.

Em frente ao banco tem um shopping… uns minutinhos de passeada, delicia!

Lançou o filme que estava esperando e não tem companhia? Vá, seja sua melhor companhia.

Estressou, pirou com o cliente, o projeto empacou… um bolo com chá na padaria vizinha ou na cozinha da empresa ajudam a colocar a respiração no eixo.

As escapadas não precisam ser longas, nem programadas, mas podem transformar seu dia. Momento livre encaixa massagem, café, parque, cinema, museu, pés para cima. Encaixa você!

Qual a sua escapada favorita?

Escape, respire, curta, viva! Ah, marque a gente @vem_que_a_gente_explica, queremos escapar com com você.

Alguém topa uma escapada para um café nesta tarde: rapidinho, vamos lá.

Beijos, Cintia

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *