Mundo Corporativo: Poder, você tem noção de sua medida?

Você sabe usar bem o cargo que ocupa? A pergunta pode parecer estranha, mas posso garantir que muitas pessoas usam de forma indevida ou pouco accountability (novo conceito de gestão que mostra que o poder não está na autoridade, mas na coragem de assumir erros e dar autonomia às equipes – informação retirada da revista Você S/A – fev/2018, matéria – A Diferença entre Chefes e Verdadeiros Líderes).

O mundo corporativo é cheio de armadilhas. Uma das mais poderosas chama-se cargo e acompanhado de perto a hierarquia.

Algumas pessoas se deixam modificar de forma negativa quando alcançam posições gerenciais dentro das corporações. O poder  fora de medida pode aprisionar, cegar e porque não isolar um indivíduo. O problema é que muitas vezes ele demora a perceber que errou na medida. Uma vez escrevi um texto aqui no blog que falava justamente na diferença de ser chefe e ser líder  – Líder ou Chefe? . Confere lá!

Tem uma velha frase de Maquiavel que diz assim: “Dê poder a um homem e verás quem ele é”. Outra frase, com o mesmo teor, só que  de Abraham Lincoln: “Se quiser por à prova o caráter de um homem, dê-lhe poder”.

Fiz uma enquete no blog antes de escrever esse texto. A pergunta foi: O poder modifica as pessoas? O resultado foi o esperado, 93% das pessoas que votaram, disseram que sim.

Mas, porque o poder pode ofuscar tanto? Medo? Insegurança? Falta de conhecimento ou jogo de cintura? Autoconfiança demais ou simplesmente inflação de ego? Que sentimento ou pensamento passam na cabeça da pessoa?

Acredito que exista uma grande confusão com o SER e o ESTAR. Você não é o cargo que exerce. Você está no cargo! A visão e a mentalidade muitas vezes ficam totalmente distorcidas.

Em cargos de PODER, existem pessoas que fragilizam outras. Outras fazem questão de tornarem-se pouco acessíveis. Muitos chegam a modificar seus semblantes para um ar bem mais sisudo e pouco amistoso! Elevam o tom da voz, da crítica e também uma postura pouco participativa. Criam verdadeiras barreiras para que a ideia de poder fique bem caracterizada.

Acredito sinceramente e olhando para o mundo por ai, que as pessoas esquecem que ele anda muito mais dinâmico. As trocas de empresas e cargos são constantes e poucas pessoas criam “estórias” eternas. E alguns “chefes” de hoje podem ser funcionários diretos de algum de seus atuais colaboradores.

Gerir um grupo é uma missão e não existe voo solo. Partilhar e compartilhar fazem toda a diferença.

Não coloque-se num pedestal! A era de chefes inalcansáveis deixou de existir e posso quase que afirmar que não existem hoje corporações de sucesso duradouro trabalhando sob a dureza de uma mão pesada no clima organizacional! Existe sim espaço para o respeito e ele transita “subindo” e “descendo” as hierarquias e organogramas!

Use seu cargo em prol do engajamento! Seja líder! Posso afirmar que o eficiencia será muito maior e o resultado positivo.

 

Por PATHY BERTÃO

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *