Ditadura da Beleza!

Antes de começar a praticar o livre arbítrio da minha querida opinião, vou deixar claro alguns pontinhos que considero básicos:

  1. Não sou um padrão de beleza, mas também não me considero uma pessoa desprovida totalmente de “boniteza”;
  2. Sim, eu também sempre quero emagrecer “5kgs”;
  3. Sim, faço Botox uma vez por ano;
  4. Tenho cabelos levemente encaracolados e já fiz progressiva!
  5. Tenho bunda grande e já quis muuuuuito que ela fosse infinitamente menor!
  6. Sou vaidosa sim. Adoro usar maquiagem e principalmente batom vermelho!

Pronto! Agora já me sinto confortável para falar sobre o assunto: Ditadura da Beleza!

Confesso que estou assustada com algumas coisas que tenho visto e ouvido por ai! Que neura as pessoas estão entrando! Principalmente mulheres! A necessidade de beleza e perfeição está chegando a níveis incontroláveis em muitos casos e situações quase beirando a hipérboles!

Já vi por ai:

  • Gastos com  dinheiro que não se tem, atrasando contas básicas para ter cabelos de “novela”;
  • Se arriscarem em tratamentos estéticos, revolucionários com charlatões que passam longe de serem qualificados!
  • Regimes malucos e sem fundamento científico!
  • Cirurgias e mais cirurgias para eliminar aquele contorno que está mais fofinho. Aquelas 100 grs. que apareceram na barriga.
  • Lipoaspiração ou procedimentos similares que parecem ida ao ginecologista, ou seja, são anuais!
  • Aplicações de líquidos sem comprovação médica ou sequer  selo e atestado de “segurança”;
  • Pessoas que se transformam em verdadeiras Barbies e Kens humanos…
  • Etc… Etc… Etc…

Pára tudo! Será que nós não estamos nos esquecendo do principal que se chama saúde e qualidade de vida?

Então se quiser ou precisar emagrecer, pense em comer melhor ao invés de enfrentar um bisturi. Faça algum tipo de atividade física! Não gosta? Está difícil? Procure um psicólogo que pode te ajudar de outras formas. Quem sabe a comida não está sendo uma rota de fuga? Ok. Se realmente for necessária uma intervenção cirúrgica, então vá a um médico “de verdade”. Procure informações sobre ele. Nunca faça nada fora de uma clínica ou hospital. Pense na sua saúde e na segurança dela.

Será que para ser feliz é preciso parecer perfeit@? Perfeit@ para quem? E qual a definição de perfeição?

Temos olhares diferentes. Somos atraídos de formas diferentes. O que é bonito para mim, pode não ser para você! Essa conversa me fez lembrar que anos atrás uma pessoa que trabalhava comigo  me disse que o namorado dela  não sabia como eu tinha coragem de sair de casa sendo tão feia! Pergunto: o que ele tinha a ver com a minha “feiura”? Para uns posso ser linda, para outros bonita ou apenas “super gente boa” e ainda tem os que me acham feia. E dai? Que diferença isso faz na minha vida?

Garanto que o cheiro, o gesto, a atitude e o velho clichê chamado interior contam muito mais! A beleza estética é passageira! E de boa, gosto muito de um slogan da empresa O Boticário que diz: Acredite na Beleza. Isso é sério! Acredite na sua beleza. Todos nós temos a nossa!

Tenho certeza que  nossos amores, nossas paixões e até o nosso espelho preferem nosso companheirismo,  nossa conversa e gargalhadas mesmo com umas gordurinhas e “pés de galinhas” a mais.

Não sou contra procurarmos estar mais bel@s e felizes com o que vemos no espelho. Se cuidar faz parte da construção e manutenção da autoestima. Mas a vaidade não pode ser uma escravidão! Não podemos deixar de viver, de sair de cara lavada e cabelos molhados. Não precisamos estar “montados” o tempo tudo. Tudo tem sua hora e lugar! Deixe de neura!!!!!!!!!!

Por Pathy Bertão, hoje de cara lavada, cabelos presos e camiseta branca! Apenas com seu sorriso!

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *