O QUE TEMOS EM COMUM COM A TORRE DE PISA?

Exatamente essa é a pergunta, o que temos em comum com a famosa Torre de Pisa (Pisa, Itália, Séc XII)? Na minha percepção muita coisa, muito mais do que eu podia imaginar. Embarca comigo nessa viagem que você vai entender.

Recentemente estive lá ao vivo e a cores e realmente pude comprovar a beleza do monumento. Um campanário maravilhoso em mármore branco que juntamente com a catedral da cidade italiana de Pisa e o batistério formam uma belíssima obra de arte. É sensacional. Mas vamos a um pouquinho de história para embasar a “minha tese”!

“…Por mais de 700 anos, a estabilidade da Torre de Pisa foi um mistério que intrigou a engenharia e que sempre divertiu os turistas. Nem os terremotos ou as bombas da Segunda Guerra foram capazes de derrubá-la… “. (https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2018/11/22/engenheiros-conseguem-conter-a-inclinacao-da-torre-de-pisa-na-italia.ghtml)

“…A inclinação é tão antiga quanto a própria torre, tendo se estabelecido nos cinco anos, seguintes ao início da construção, em 1173 .A camada de terra e areia sobre a qual a torre foi erguida é mais fofa na parte sul da construção. Quando os construtores chegaram ao terceiro andar, a movimentação do solo havia alterado as bases da estrutura…”. (https://www1.folha.uol.com.br/turismo/2018/11/apos-trabalhos-de-restauracao-inclinacao-da-torre-de-pisa-comeca-a-diminuir.shtml)

“…A proposta vencedora era simples e, ao mesmo tempo, extremamente eficaz: tirar, aos poucos, terra do lado inclinado e reforçar a fundação com placas de chumbo para evitar qualquer perigo de desmoronamento enquanto o trabalho era realizado”, diz o engenheiro civil Henrique Lindenberg, da USP. Além disso, foi injetado cimento nos muros que circundam…” (https://super.abril.com.br/mundo-estranho/por-que-a-torre-de-pisa-e-inclinada/)

Observe  na descrição acima, a frase “…nem os terremotos ou bombas da Segunda Guerra foram capazes de derrubá-la…”. Percebe que nossa vida é assim? Temos altos e baixos, por vezes inclinamos e pendemos de um lado para o outro, mas nos mantemos firmes. Conseguimos nos segurar em nossos piores “terremotos”.  Em algumas fases, acreditamos seriamente que vamos “cair por solo” e alguma reviravolta acontece que nos leva ao prumo novamente.

A informação também relata que o solo era “…mais fofo…”, o que talvez tenha permitido (apesar do erro de engenharia na sua construção) toda essa acomodação sem que a torre viesse a ruir. Mais um aprendizado para a nossa vida. Se somos capazes de perceber que em muitas situações temos que ser “maleáveis” e ou entender que ação que está acontecendo sobre nós precisa de “espaço” para estabilizar, seriamos muito mais tranquilos e felizes. É necessário saber captar e entender esses movimentos.

Acredito que não exista ninguém no mundo que nunca tenha tido problemas. Isso é parte do nosso script “VIVER”. Volte e meia nossas estruturas podem sofrer abalos. Mas a maneira como conduzimos estas questões fazem a diferença.

A Torre de Pisa ficou fechada por 20 anos e passou por um duro trabalho de restauração na sua inclinação, pois realmente havia o risco de sua queda. E novamente nós nos viramos para a nossa trajetória. Quantas vezes tivemos que nos “fechar” e nos “restaurar “ para continuar a seguir em frente? Muitas para alguns, um pouco menos para outros.

Nesses 20 anos, “…a Torre foi segura por cabos presos em torno do 3º. Nível e ancorados a várias centenas de metros de distância….”. (https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Torre_de_Pisa) Trazendo à nossa vida, esses cabos são nossa família e amigos. Aqueles que nos dão  sustentação em nossos momentos ruins!

Nesse trabalho de prevenção, também, foi necessária a remoção de solo (aproximadamente 70 toneladas de terra) para que ela voltasse a estabilizar-se. E quanto a nós? Nós podemos traduzir isso como as coisas e pessoas nocivas que temos que retirar de nosso dia-a-dia e convivência. É primordial. Já pensou nisso? Olhe para trás e você vai entender!

A Torre de Pisa nunca será totalmente endireitada e nem deve, pois hoje é tombada pela UNESCO como Patrimônio Mundial e é um dos pontos turísticos mais visitados na Itália.  A beleza está em sua forma “torta”.

E assim somos nós! Talvez nunca ficaremos alinhados corretamente e nem precisamos, né? Um pouco ou muito de “tortice” não faz mal a ninguém! Temos muito a viver, mas a vida não é só feita de problemas e sim de muita coisa boa e bela! Muita mesmo!!!!!!!! É só saber viver!

Quer saber mais sobre a Torre de Pisa e sua história? Leia no (https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Torre_de_Pisa) .

Por Pathy Bertão

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *