A gratidão invisível!

A gratidão invisível é aquela sensação que você sente mais não sabe muito bem o que é! É aquele gesto inesperado de algúem , que você mal conhece mas,  te faz bem! Faz você se sentir leve! Tira as rugas da testa, as amarras do coração e faz você abrir um sorriso do nada (minha definição)!

É aquela gentileza no trânsito, de receber a vez de alguém para deixar você passar! E quando algum carro para, segura e deixa você, pedestre, passar!

É aquela gentileza do porteiro do seu prédio, do manobrista do carro, do acessorista do elevador, do motorista de ônibus, táxi, Uber…. que mal você aponta e ele te recebe com um BOM DIA pra lá de ensolarado…e você percebe que te fez um bem danado, depois daquela noite mal dormida!

É quando você vai à padaria e percebe que os padeiros estão sorrindo, felizes trabalhando…fico pensando na energia boa daquele pão!

É quando o frentista do posto, além de por gasolina se oferece para lavar o vidro do seu carro, que estava sujo, mas nem você tinha percebido…percebeu só depois que foi lavado!

É quando suas expectativas são superadas em relação a algo ou alguém! Sentimento de quase êxtase!

Então você percebe que é grato, que este sentimento te invade, pois estas pessoas mesmo que passageiras, deaconhecidasdes invisíveis fazem um bem danado para o seu dia!

O que cabe a nós caros mortais, recebedores de gentilezas desconhecidas? Cabe a nós agradecer toda essa energia boa, mesmo que não seja possível fazer isso fisicamente. Que saibamos receber e agradecer com o coração. Sabem por que? Porque “Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos.” Antoine de Saint-Exupéry

Com certeza tem muito fatos, atitudes, pessoas que para vocês deixam essa sensação! Já parou para pensar nisso?

Por Mari, que ontem foi na panificadora A Padaria Chegou, é ficou tomada desse sentimento aos ver  haitianas trabalhando, felizes e sorridentes. E se elas estão felizes com essa oportunidade de recomeçar a vida, eu fico feliz, porque ela faz meu pão feliz!

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *