Onde eu assino?

…Claquete, cena 796: A pessoa segura  uma folha analisando atentamente item a item. Segura uma caneta na mão direita  e bate de forma compassada na mesa… Tensão no ar. A sua frente outra pessoa aflita aguardando a resposta… Respiração ofegante. Silêncio mortal… Até que a frase esperada acontece… Onde eu assino?

Sério, essa frase soa como música para nós, vendedores! Esse é um dos ápices de nossa profissão, quando o cliente assina um contrato conosco! Tenho mais de 20 anos de área comercial e posso garantir, vender é uma delícia! Uma conquista diária com o velho jargão, “matar um leão por dia”!

 Há um tempo atrás escrevi o texto sobre a arte de vender(http://www.vemqueagenteexplica.com.br/blog/2017/02/14/vender-e-uma-arte-e-nao-um-plano-b/ ) e posso garantir, é uma arte mesmo e cada vez mais uma das mais difíceis. Se uma coisa que temos em nossa profissão, é falta quase que total de rotina!

 Independente do segmento, ramo  ou do seu nicho, o mercado não perdoa o vendedor não qualificado. Ele sofre as consequências na pele, pois não consegue dar um jeitinho para a venda acontecer. Exige-se qualificações técnicas e comerciais para que se concretize o negócio.

Porém, alguns vendedores parecem ter parado no tempo e deixado de se reinventar. Isso mesmo, o vendedor de hoje precisa se reinventar todos os dias. Uma venda nunca é igual a outra e nenhum cliente é igual ao outro. Não dá para fazer o “copy/past  de uma negociação. Por isso, feeling é importantíssimo! 

Vamos relembrar alguns pontos que fazem com que nós, vendedores, tenhamos sucesso ou não em uma venda. Uma coisa primordial que temos que ter é saber lidar com os nãos que ouviremos e iremos colecionar! Todo vendedor de sucesso com certeza já ouviu mais nãos do que sim. Mas se souber absorver com tranquilidade e transformar em combustível para a próxima venda, será vitorioso.          

O que pode efetivamente atrapalhar minhas vendas e consequentemente meu resultado? 

1)      Falta de Visita!

2)      Visitas superficiais e sem objetivos.

3)      Falta de Planejamento;

4)      Funil de baixa qualidade e quantidade;

5)      Excesso de confiança!

6)      Insegurança com as informações prestadas ao cliente, como prazos, produtos e serviços e processos.

7)      Atirar para todos os lados e perder o foco das negociações.

8)      Trabalhar fora do perfil do seu negócio.

9)      Adiantar ou perder o timing da negociação.

10)   Negociar com pessoas que não decidem!

 Pense nisso!

O mercado está cansado de conversa mole e aquele “papinho de vendedor”. Faça diferente, ou melhor, seja a diferença! O processo de venda carrega o pós venda como um elemento importante!

Lembre-se que uma venda só fecha o seu ciclo depois que o cliente volta e renova ou contrata um novo serviço com você.

Por Patrícia Szelpal Milaré Bertão

 

 

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *