Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
Como anda seu jogo de cintura? - Vem que a gente explica!

Como anda seu jogo de cintura?

Como anda seu jogo de cintura?

Longe de estarmos tratando nesse fórum sobre a flexibilidade na sua expressão corporal, o jogo de cintura é uma das habilidades (a meu ver) mais requisitadas de um profissional no mundo corporativo moderno. É claro que se trata de uma expressão, mas que se levada ao pé da letra tem um baita significado. Se observar, toda a vez que se usa essa expressão, o seu sentido tem vem denotado de “adjetivo”. Nesse caso adjetivo positivo e cheio de “pompa e circunstância”.

Fala sério, quem não gosta de ouvir dizer… “ cara, você tem/teve um baita jogo de cintura”. Soube conduzir o processo muito bem!”

Buscando no google, encontramos a seguinte descrição: “significa ter flexibilidade para encarar alguma coisa, sair de dificuldades, e é uma expressão coloquial. Ter jogo de cintura é ser maleável para adaptar-se em diversas situações, especialmente naquelas que não são muito boas.” https://www.significados.com.br/jogo-de-cintura/

Na língua inglesa podemos encontrar numa tradução livre o que se equipara a “jogo de cintura” a expressão – “to think on your feet”. Ou seja, independente da língua ou tradução o importante é que todos precisamos ter jogo de cintura.

O mundo muda o tempo todo de rumo e direção. O corporativo então, nem se fala. É mutante quase que diariamente. Adaptar-se a novos processos e conceitos faz a diferença em sua carreira e também na sua vida.  Eu diria que se trata de uma evolução constante.

É só olhar para trás num curto espaço de 5 anos o quanto você já teve que mudar para manter-se ou na empresa que está ou entrar e criar novos laços em uma nova. Você, sem dúvida nenhuma é outro profissional. Agora, se olhar para trás e ver que nada mudou em você, principalmente, acenda o sinal de alerta, porque você deve estar com seus “pés e mente cimentados” no mesmo lugar.

Ter jogo de cintura é encarar de frente novas possibilidade e oportunidades. É se dar a chance de sair de sua zona de conforto e crescer, amadurecer.

Ter jogo de cintura é ter plano B, C, D ou até o alfabeto inteiro se preciso para sair de uma situação.

Ter jogo de cintura é entender e enxergar o copo meio cheio ou cheio inteiro. Até nos intemperes encontramos felicidade por que de alguma forma sairemos modificados de qualquer situação.

Ter jogo de cintura é saber que se perdemos uma batalha, não significa que perdemos a guerra!

Ter jogo de cintura é saber fazer de um imprevisto um improviso perfeito!

Ter jogo de cintura é transformar um embate em discussão produtiva e sair com rumos a serem seguidos.

Como bem diz a minha querida amiga, Mari Volpato, ter jogo de cintura não é uma qualidade apenas para o mundo comporativo e sim para a nossa vida!

Para fechar a discussão, coloque na sua listinha de análises internas a expressão “jogo de cintura”. Observe seu passado recente e veja se você soube usá-la na prática ou ela apenas faz parte de um rol de expressões bonitas que você usa no cotidiano.

 

Por Patrícia Bertão que muitas vezes parece estar numa corda bamba… Aí balança dali e daqui, apruma de novo e ativa o módulo “Jogo de Cintura” super ultra mega blaster…. P.S. nem sempre ele está ativo, mas o “chip” tá lá!

 

 

 

 

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *