O Poder, nada oculto, da Empatia

Tempos difíceis tornam-se  mais fácies quando entendermos o poder  da empatia e do carinho!

Fácil assim….

Não consegue entender o que o outro sente, se vista do sentimento dele! A dor do peito dele, será sua também. Ficará fácil entender o outro. Isso se chama empatia  “a  capacidade psicológica para se identificar com o eu do outro, conseguindo sentir o mesmo que este nas situações e circunstâncias por esse outro vivenciadas”. Dicionário Aurélio.

E assim, o ato de nos colocarmos no lugar do outro, nos torna seres humanos mais intenso e sensíveis. E é essa sensibilidade que nos vai fazer entender o que o outro esta passando, necessitando e buscando, sem julgar e dessa formar sermos carinhosos uns com os outros.

Sério, Não é fácil ser empático, não é fácil não julgar. Treino é a solução! Algo assim:

Só hoje não vou julgar e quando o sentimento vier: STOP!

Hoje vou ser empático com a máximo de pessoas que encontrar, e quando acontecer VIVA para mim!

Hoje vou olhar nos olhos de quem eu encontrar e vou distribuir carinho, e quando acontecer vou me ABRAÇAR de tão feliz que ficarei!

O carinho você toca o mundo  de forma delicada. A Empatia nós mostra que somos capazes de sentirmos o mundo!

 

“Carinhosos”

Inácio Larrañaga

Ser carinhoso significa ter um coração afetuoso no trato com os outros. Significa sermos amáveis e bondosos, tanto nos sentimentos como nas atitudes em relação àqueles que estão em nosso lado.

Não há normas para sermos carinhosos. O importante é que o outro, a partir do tratamento que dou a ele, perceba claramente que estou com ele.

Em suma: é uma corrente sensível, calorosa e profunda.

Não há receitas para sermos carinhosos, mas há gestos e atitudes que são portadoras de carinho: um sorriso, um gesto, um olhar, uma pergunta: “Como você se sente?”. É tão fácil fazer uma pessoa feliz! Basta uma aproximação, uma palavra. Que fácil e que maravilhoso aproximar-se de um irmão atribulado para dizer-lhe: “Não tenha medo; tudo vai passar; amanhã será melhor, conte comigo!”.

Que tarefa sublime a de levar uma porção de alegria, bastando para isso um telefonar para alguém simplesmente para dizer: “Como vai? Como está de saúde? Como vai sua vida, seus compromissos?”

Como é fácil dedicar, de repente, alguns momentos a alguém sem um motivo específico, sem nenhuma finalidade!

É tão fácil estimular e alentar qualquer irmão comunicando-lhe boas notícias: todo mundo faz elogios a você; todos estão felizes; todos aprovam as suas ações.

Nós não podemos fazer ninguém feliz. No entanto podemos nos dedicar a entregar porções de felicidades, taças de carinho: atitudes, gestos, aproximações, olhares, sorrisos, palmadinhas no ombro…Com isso, é claro, não teremos feito ninguém feliz, porém teremos repartidos pequenas doses de felicidade!

Que bela profissão esta de repartir porções de carinhos, taças de alegria, pequenas porções de ânimo e esperança! É tão fácil! Basta sairmos de nós e nos voltarmos para os outros.”

Queres conhecer um pouquinho mais da obra e vida dele é só acessar: www.oficinadeoracaoevida.wordpress.com

Por Maricilia, que acredita no poder transformador do carinho e da empatia!

 

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *