Amo ser mãe, de menino então….

Foi sempre assim? Não mesmo! Nunca foi um sonho de criança, um projeto de vida, nem gostava de brincar de boneca. Cresci, e segui o fluxo, depois de muito tempo, a vontade bateu. Era chegada a hora! Hoje cá estou eu, mãe de 2 meninos e não troco esse reinado por nada!

Desde a decisão, amei cada momento, cada descoberta, cada detalhe, cada aprendizado e mudanças no corpo mas, não amei os intermináveis enjoos e as feiras de gestante e bebe 🙂 !! Esses dois itens valem um post só pra eles!

E agora? chegam os rebentos e com eles um mundo que nunca ninguém me contou. Quando dizem que um filho muda a vida da gente, eu digo ele não muda a vida, é outra vida! Uma vida cheia de primeiro tudo, primeiro sorriso, primeiro dente, primeira palavra, primeira fruta, primeiro passo, primeiro dia da escola, primeira queda…

Uma vida de idas e vindas nas emergências, nas lojas de bebes, ficamos experts em amamentação, mamadeira, chupetas e assistir incansavelmente “zilhões” de vezes o mesmo filme, ler o mesmo livro e assim pro diante…

São tantas as emoções! Aprendizados! Conciliações! Concessões! Privações! É um AMOR que a gente só sente, explicar faltariam palavras!

Ser mãe não é uma tarefa fácil, mas a missão é perfeitamente possível sim, com muitas pedras e obstáculos no caminho, afinal estamos em constante aprendizado na missão MÃE!

A gente aprende com o brilho no olhar, o sorriso sincero,  a leveza no sono, com os super heróis, o medo do medo, a comida preferida, a comida odiada…que pode ser a amada na próxima semana, o esporte preferido, que pode ser mudado no próximo ano, o super herói favorito; o ursinho de pelúcia amigo, o melhor amigo, os amigos novos, o despertar de paixões, a paixão, a desilusão amorosa…Tudo é muito intenso e dinâmico…e no meio de tudo isso as pequenas frustrações, as conquistas, os pequenos  e grande “tombos”. A gente afaga, da carinho, abraça e chora junto. Respira fundo e com muita dor alertamos “levanta para cair novamente”! E seguimos amando cada um desses momentos!

Nossa missão é importantíssima,  educar  filhas e filhos para o mundo, com autonomia, discernimento, responsabilidade e independência. No meu caso, para serem homens, que respeitam as mulheres, que não acham que chorar é para os fracos,   que sejam éticos e justos.

E como diz a musica “Que depois que cresce, O filho vira passarinho E quer voar… ” Marco Brasil

Essa é para se acabar de chorar….mas é linda
https://www.youtube.com/watch?v=dKMMuELLNBw

Feliz DIA da mães, ou seria feliz MISSÃO mãe!!!

Por Mari, que Acredita que amor de mãe e se divertir com os filhos!!

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *