Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
PUXA-SACO! - Vem que a gente explica!

PUXA-SACO!


    Trabalho há alguns  anos no mercado corporativo. Já trabalhei em empresas familiares, multinacionais, de grande porte, de pequeno porte e até em associações. Com pessoas das mais diversas faces e comportamentos. Isso me deu bagagem suficiente para afirmar que em todas elas existe algo em comum: os personagens corporativos.
Como em um bom filme de suspense e mistério existem um “mordomo”, um crime e um detetive, numa corporação temos os puxa-sacos! Os clássicos dos clássicos e também perigosos. E isso, independe do tamanho da empresa ou do tipo de mercado/segmento. 
Normalmente é fácil identificá-lo porque ele demonstra que é através de suas atitudes. Mas cuidado, nem sempre é tão inofensivo como parece e nem tão caricata. Portanto, pode estar disfarçado entre facetas num grupo. Esse, quando descoberto, merece atenção redobrada. Carrega em seu DNA dissimulação como um tempero principal.
Passamos por momentos bons e nem tão bons assim em nossa trajetória profissional. Em épocas de “baixa” e principalmente se ocupamos cargo de gestão, é preciso cuidar com a “carência” e o ego. Podemos ser facilmente abduzidos pelas lindas palavras de um puxa-saco oportunista.
Ele tem um quê de sedutor. Não digo na questão erótica da coisa. É na sua maneira de conduzir o relacionamento profissional. Nem sempre é de forma direta para com seu chefe. Mas, com quem ele identifique potencial para “lhe dar algo em troca”. Não necessariamente material. Prestígio é um belo exemplo.
    Li alguns artigos sobre o assunto e gostei de um que lista os tipos mais comuns de bajuladores que podemos encontrar nas corporações. Cada um tem uma característica  marcante Abaixo a matéria na integra – https://exame.abril.com.br/carreira/quais-destes-6-tipos-de-puxa-sacos-habitam-o-seu-trabalho/.
Aqui farei um breve resumo com palavras chaves do texto que li. Tipos  de bajuladores: 
1)    Queridinho: quer agradar sempre e chama a atenção por isso. É o mais perigoso
2)    Papagaio: imitador por excelência. Repete o chefe em tudo;
3)    Hiperatarefado: hipervaloriza seu expediente;
4)    Sabe-tudo: sua verdade é incontestável e costuma ser muito arrogante;
5)    Cérebro Blindado: reserva sua sabedoria e experiência para impressionar o chefe;
6)    Papai Noel: Presentinhos para “ganhar” o chefe.
Acredito que no fundo, os puxa-sacos têm medo e pouca confiança em si mesmo e são inseguros. Dessa forma utilizam a puxa-saquismo como uma forma de proteção. Esse viés é pouco observado. Será que viajei? Quem sabe! Talvez sim, talvez não. 
Não custa ficarmos alertas. Alguns podem agir de forma tão inadequada que podem utilizar a máxima: “os fins justificam os meios” (Maquiavel).
“Peças originais” são muito mais valiosas em qualquer mercado, capite?????
Por Patricia Bertão.

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *