Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
FRUSTRAÇÕES... - Vem que a gente explica!

FRUSTRAÇÕES…

Essa tal de frustração… eita bichinha arretada e que chega sem ser convidada… Vem assim sorrateira, muitas vezes de onde não se espera .

Danada que só! 

Mal educada, não pede licença.

Se avança com propriedade.

E nós, pobres mortais ainda temos que saber lidar com ela. Afinal é  politicamente correto. Engoliar a seco e sorrir. Imaginar reclamar dela.

Calma lá. Isso discordo totalmente. Saber lidar ok, mas não engolir.

Precisamos saborear as frustrações. Sim, vai parecer remédio amargo. Mas servirá para nos fazer crescer e seguir.

Temos que saber vivê-la  e não evitá-la.

Podemos nos frustrar por tanta coisa…

… um obrigado que nunca chegou…

… um abraço esquecido…

… vitórias “adiadas”…

… sorrisos apagados…

… Amores não correspondidos…

…. projetos de carreira que não atingiram o que esperávamos….

… e assim a lista pode seguir…

Cada um tem a sua e a intensidade é você quem dá.

Frustrações têm que vir carregadas de novas possibilidades. Eles abrem a nossa visão.

De novos testes e tentativas.

Não é  um ponto final, mas tem ar de continuidade. Você pode voltar ao “start” do tabuleiro quantas vezes julgar necessário.

Não é demérito de ninguém. É saudável.

Apenas um recomeço.

Se achar que deve desistir e mudar o rumo, problema zero. Siga sua intuição e olhe à frente.

Também entendo que nossos filhos precisam se frustrar.  Quase como uma matéria necessária, imprescindível e obrigatória da educação.  Só assim acredito que estaremos criando seres humanos fortes com capacidade de ação e reação. 

Pense nisso. O excesso de proteção se torna prejudicial. 

À frustração é um estado emocional e não um adjetivo. Você não deve viver a vida inteira frustrado. Esse é um casamento que não funciona. Se está nele, é hora de pensar em se “divorciar”….

#Pense nisso!

Por Pathy …

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *