Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
Como está sua vida financeira? - Vem que a gente explica!

Como está sua vida financeira?

Em tempo de recessão anunciada, pela pandemia do COVID 19, o melhor que temos a fazer é um terapia com nossa vida financeira. Isso mesmo! Se conhecer, ainda é o melhor remédio, e em se tratando de dinheiro e futuro incerto, essa análise tem que ser profunda e estabelecer quem manda em quem!

“Não importa a sua idade, não importa onde você vive, não interessa nem
mesmo quanto você ganha. Você precisa adestrar o seu dinheiro, assim como um cachorro, se não quiser ser dominado por ele pelo resto da vida.” Natalia Arcuri

Não sou uma expert no assunto, mas tenho algumas regrinhas básicas que sigo, que me ajudam muito no dia a dia e compartilho com vocês.

  1. Estabeleça prioridades com o que você quer com seu dinheiro. Lembre-se saúde é importante para conseguir trabalhar e ter renda, então se o foco é aquele tratamento dentário adiado por anos, nada de pegar suas férias,  13º ou aquele bônus extra e sair gastando feito marajá. Tem um problema que precisa ser resolvido, então como dizem os ingleses FIRST THINGS FIRST (coisas importantes em primeiro lugar), assim você pode dar continuidade a sua saúde física, mental e financeira. Pense nisso!
  2. Nunca gastar mais do que recebe. Básico, despesa tem que ser menor que receita. Isso quer dizer que nada de juros em cheque especial e de cartão de crédito! Se não tem, não compre! Avalie, reavalie, corte aqui, corte ali, veja o que é essencial, primordial, troque de marca, faça adaptações! Parcelas no cartão de crédito? Melhor evitar! Não dá mesmo, faça as caber no orçamento!
  3. Se não sabe lidar racionalmente com as crises emocionais e tristezas, picote bem picotadinho o cartão de crédito. Só use débito ou dinheiro. Tenha isso sempre em mente, comprar é feito açúcar no sangue, te dá satisfação, eleva teu nível de euforia, de adrenalina, depois passa. E teu organismo pede mais, e mais…feito droga! Trocar tristeza por compras de impulso pode resultar em juros exorbitantes. Se conscientize: J.A.M.A.I.S!
  4. Lembre-se, parte da sua renda deve ser poupada, os especialistas indicam que 30% é um bom número para pensar no teu futuro, não é possível esse percentual?,  se comprometa com você mesmo a todo mês economizar x% da sua renda. Porque em se tratando de vida financeira, “vida loca e viva tudo o que há pra viver” não se aplica pois o futuro chega e não sabemos o que pode acontecer.
  5. Faça uma varredura, vez ou outra, das contas de telefone, celular, tv a cabo, internet e etc e descubra aquelas taxinas escondidas que você paga e nem usa. Dias desses descobri que pagava em torno de R$45,00 por mês em “coisas”, taxinhas que não uso. No ano vou deixar de gastar e consequentemente poupar R$ 540,00. Dá pra fazer tanta coisa com esse montante, não é mesmo?
  6. Em se tratando de um futuro incerto, sombreado por uma recessão que se anuncia, o melhor mesmo a fazer é uma analise de todos os gastos que podem ser cortados e de todos os sonhos que deverão ser adiados…aquela viagem, aquele carro, aquela reforma. Faça esse acordo contigo mesmo, vou retomar esses sonhos quando o cenário estiver mais otimista e as “coisas” entrarem nos eixos. Lembrem-se: o combinado não sai caro, isso serve para combinados contigo mesmo e com os outros.

Coisa boa é comprar, aquela calça nova, aquele sapato, aquela viagem, aquele vinho e tantas outras coisas. Não existe nada de errado em comprar, afinal de contas, que mal pode haver em sentir prazer em se agradar? Mal nenhum, muito pelo contrário,  pode e deve ser divertido e prazeroso. Errado está em entrar em dívidas por conta de um consumismo sem propósito, meter os pés pelas mãos e quando percebe a alegria acaba rapidinho e a fatura do cartão de crédito chega rapidinho também.

Confundi? Mais um dica: se tem dúvidas ou está em desespero para comprar faça essas 5 perguntinhas à você: Eu quero? Eu mereço? Eu preciso? Eu posso? Eu devo?

Se a resposta for SIM para todas, siga em frente e deleite-se no prazer daquele perfume sonhado e sapato desejado!

Um NÃO, acenda o sinal amarelo.

Dois NÃO, fuja feito ninja da tentação.

Gente, precisamos apreender a dizer mais NÃO para nossa saúde emocional e financeira.

E você, compartilhe com a gente sua dica para uma boa saúde financeira.

Bjs Mari

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *