Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
Como você lida com seus desafetos? - Vem que a gente explica!

Como você lida com seus desafetos?


   A palavra desafeto parece pesada, carregada de rancor. Mas tudo tem dois lados. Todos temos ou já tivemos desafetos na vida. Pode ter sido aos 5 anos de idade, na adolescência ou agora.
Estou num período reflexível e visitando áreas de minha vida que há muito estavam adormecidas. Essa é uma delas. Sou muito perceptiva e sem entender porquê, sinto que meu “santo” não bate com alguém logo de cara e em outros momentos, com o tempo!
Quando isso acontece e sem ser politicamente correta, eu simplesmente me afasto e não faço questão de continuar a interagir.
O inverso também acontece. Pessoas me “apagam” de seu convívio e muitas vezes não sei o motivo. Não sou uma pessoa fácil. Tenho consciência disso. Acredito que eu seja o tipo de pessoa que se amaou odeia. Não faço por mal e talvez seja da minha natureza e transparência. Mas muitas situações passam do ponto. Não consigo disfarçar com algo que me incomoda.
Ruim? Sim, todas as situações acima não são boas. Não me fazem bem. Alguns desafetos a mente apaga. Outros não esqueço e fico pensando no que pode ter acontecido. Como aconteceu a ruptura?
Gosto de me provocar…
• O que me incomoda no outro é o que me incomoda em mim mesmo?
• a pessoa não era mesmo para continuar em minha vida? Veio com tempo marcado para ensinar ou aprender?
• Será que fui ou sou arrogante?

Pode ser nada dissio ou tudo isso junto e misturado;
Apesar do incomodo, gosto que me provoquem. E desta vez eu me provoquei e provoquei forte.
Alguns de meus desafetos eu gostaria muito que voltassem para meu convívio. Ter a chance de um relacionamento mais amigável. Acredito em segundas chances. Se eles vão querer não tenho a mínima ideia. Mas também acredito que se voltarem têm um porquê! Outros, acredito mesmo que o Universo conspirou a meu favor!
Assunto delicado? Sim. Mas me fez muito bem acordá-los.

Vou pensar com o coração. Ele saberá a resposta.

Com carinho, Pathy

Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *