Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/www/html/vanessatcm.blog-dominiotemporario.com.br/web/wp-content/plugins/social-share-buttons-by-supsystic/vendor/Rsc/Menu/Page.php on line 228
Sobre "mulherar"... - Vem que a gente explica!

Sobre “mulherar”…

Dona Elza Antonia, sempre me dizia: “filha tu não tens irmã de sangue, tu tens irmã de coração que a vida te deu”!
E continuava me aconselhando para eu sempre preservar as amizades com minhas irmão de coração. Sempre que possível telefone, chame para um café para aquecer o coração, um desabafo e até para uns minutos de oração Nunca as perca de vista, dos olhos do coração!

Sábia minha mãe, sabia todas as mulheres mais velhas, que já passaram pelo reconhecimento da importância da amizade feminina, pois elas vão se tornando cada vez mais importante a medida que a gente vai tendo com quem compartilhar nossos cabelos brancos, conquista, sonhos, angustias, perda de estrogênio, de colágeno entre tantos outros acontecimentos e aprendizados.

Minha Elza Antonia não conhecia a psicanalista Helena Albuquerque, mas todo seu ensinamento vai ao encontro do texto “Mulherar”,

“Mulherar” ajuda a fabricar tecido psíquico… um tecido que vai sendo bordado coletivamente… criando novos desenhos e novas formas de pensar e dar sentido às nossas vivências e à nossa história.” Helena Albuquerque, mestre da USP)

“As mulheres costumam fazer muitas coisas juntas…
Não é raro vê-las em pares ou em grupo no cinema…fazendo compras… viajando… olhando vitrines… andando no parque…indo a shows… a exposições… almoçando… e tudo isso sem parar de conversar (mulher fala, não?!)…

Romances… relacionamentos… rompimentos… perdas… filhos… profissão… roupas… menstruação… tpm… menopausa… exercícios… sexo etc… assunto é que não falta…
Uma grande amiga minha chama de “sair para mulherar” essas tantas atividades que fazemos juntas enquanto… ao mesmo tempo… vamos falando da vida…

As mulheres trocam confidências… expõem aquilo que vivem e seus conflitos… bordam e tricotam (literal e metaforicamente)…brigam… acompanham e cuidam umas das outras… numa troca recíproca e coletiva…
Nas muitas atividades em companhia das amigas… aparentemente tão triviais… fios da subjetividade de cada uma de nós se entretecem e nos ajudam a virar mulher… a ser mãe… a ser amiga… a casar…a ter filhos… a descasar… a trabalhar… a enfrentar a saída dos filhos de casa… a voltar a namorar… a passar pela menopausa… a envelhecer…a fazer os lutos e tantas outras coisas…
A vida seria muito mais dura se não fossem pelas irmãs-amigas… amigas- irmãs… com as quais podemos falar e elaborar tanto as dores como as delícias que vamos experimentando ao longo da estrada…



Vem...leia também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *